Os Mitos Mais Falados Sobre Queima de Gordura

Assim como no ganho de massa muscular, a queima de gordura é cercada de mitos e meias-verdades, que ao passar de boca a boca ganham veracidade e podem estar prejudicando os seus ganhos ou até gerando o efeito contrário (ganho de gordura). Pensando nisto, veja os mitos mais estúpidos – e prevalecentes – sobre queima de gordura e ainda aprenda a evitá-los.

Mito 1 – “Você só vai conseguir emagrecer fazendo aeróbicos

 

Aeróbicos com certeza são importantes, tanto para auxiliar a perda de gordura como para a saúde cardiovascular, mas o que decidirá se você vai perder gordura ou não, é a ingestão de calorias (que deve ser inferior ao que se gasta no dia). Se a ingestão for correta, mesmo sem aeróbicos, a gordura irá embora.  O que queremos dizer é que o aeróbico não é o “carro chefe” na perda de gordura e muitas pessoas acabam desiludidas com seu objetivo ao perceberem que o corpo não muda independente da quantidade de aeróbicos.

 

Mito 2 – Queima de gordura localizada

Abdominal está longe de ser a solução definitiva para perda de gordura na barriga.

O mito da queima de gordura localizada, sem dúvidas é o mais persistente que existe. Por mais que este tipo de informação esteja espalhada pela internet, as pessoas – mesmo indiretamente – buscam queimar gordura de áreas específicas do corpo. Isto simplesmente não acontece, somente se a sua própria genética for predisposta a eliminar gordura de certos lugares primeiro  (Exemplo: algumas pessoas perdem gordura das pernas com mais facilidade que na barriga).  Do contrário, não importará quanto exercício “localizado” você faça, a gordura não vai sumir, pois o músculo exigido não tem ligação com a gordura que o cerca. A única maneira de se livrar da gordura indesejada é cortando calorias e se livrando de uma forma geral até chegar ao objetivo desejado.

 

Mito 3 – “Para emagrecer você precisa cortar a gordura”

Alimentos “fat free” a maior jogada de marketing para vender alimentos que supostamente “não engordam”.

Gorduras não são os causadores exclusivos do acúmulo de gordura, mas sim o seu excesso em conjunto com os carboidratos e proteínas. Na verdade, o corpo precisa das gorduras para funcionar corretamente e ainda produzir hormônios que irão auxiliar a queima de gordura, tanto das gorduras boas (ácidos graxos essências) , como das “ruins” como gordura saturada. Portanto, não adianta gastar dinheiro comprando alimentos e bebidas diet, livres de carboidratos e gordura, a única coisa que importa é a quantidade diária de calorias vindas das gorduras, carboidratos e proteína, se a quantidade for correta, você perderá gordura.

   

Fonte:www.hipertrofia.org